Detalhes da notícia

Passageiros no carro aumentam em 60% o risco de acidentes

Estudo realizado pela Ford constata que a companhia de um passageiro pode tirar a atenção do motorista e ou incentivar uma direção mais arriscada

A direção exige cuidado. Não é à toa que o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê, no artigo 169, que os condutores que dirigem sem atenção sejam autuados. A infração leve, sob penalidade de multa, serve para proteger vidas. A Ford publicou um estudo recente que afirma que não é só o celular um dos grandes responsáveis pelos acidentes de trânsito. Transportar passageiros no carro pode aumentar, de acordo com a pesquisa, a chance de acidentes em até 60%.


A interferência causada pelos ocupantes depende de vários fatores, como idade, sexo e relação que eles mantêm como o motorista. O comportamento dos passageiros no carro pode tirar a atenção do motorista, deixá-lo tenso e atrapalhar a condução.

As mulheres apresentam índices mais baixos de direção perigosa. Mas o estudo revelou que, quando elas dirigem com um homem no banco do passageiro, a possibilidade de fazer manobras arriscadas aumenta. De modo geral, todos os motoristas tendem a ser menos atentos e capazes de prever riscos quando há passageiros no carro.

“Os passageiros devem ter consciência de que a sua presença afeta o comportamento do motorista. Eles ajudam a criar o clima da viagem e tanto podem ser tranquilos e prestativos como gerar estresse e má influência”, diz Robson Jardim, supervisor de Operações do Campo de Provas da Ford em Tatuí

A pesquisa listou cinco comportamentos que devem ser adotados pelos passageiros para aumentar a segurança:

Seja um navegador útil: adote uma postura ativa durante a viagem, ajudando na localização do caminho, atendendo o telefone e avisando sobre os riscos que se aproximam. Isso de maneira calma, pois gritar pode assustar o motorista.

Não distraia o condutor: não fale alto demais ao telefone, nem mude constantemente a música ou comente o modo como ele dirige.

Fique acordado: passageiros que dormem durante a viagem podem aumentar a probabilidade de o motorista também pegar no sono.

Mantenha as crianças seguras: todos os passageiros no carro devem estar protegidos com cintos de segurança. As crianças, em especial, devem estar em cadeirinhas ou assentos adequados à idade. Com elas seguras, as distrações são reduzidas.

Chame a atenção se necessário: os passageiros têm o direito de reclamar caso o motorista esteja dirigindo com imprudência. Mas isso deve ser feito de forma tranquila, para não gerar estresse.

Fonte: Auto Papo/R7